MEDICAMENTOS B - Tratamento Medicamentoso da Hipertensão . 1. Sempre deverá ser complementar ao tratamento não medicamentoso. 2. Deverá ser supervisionado por médico. 3. Nem todos medicamentos que servem para um paciente servem para outro. 4. Muito provavelmente deverá extender- se por toda a vida.  Saúde e Qualidade de Vida para Você! TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO R. Benjamin Constant, 1552 - Centro - Piracicaba - SP Marcação de Consultas - Fone: (19) 3422.5130 Médico Responsável: Dr. Fábio Chaves - CRMESP 39649  TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO Inicia-se com o A - Tratamento não medicamentoso da hipertensão  Pequenas modificações de hábitos  de vida podem ajudar a baixar a pressão sem o uso de medicamentos, sendo efetivas em controlar alguns casos de pacientes com hipertensão leve, desde que não haja outros fatores de risco cardiovascular, lesão em órgãos alvo de hipertensão, doença cardiovascular ou diabetes mellitus.  Perder peso é a forma mais efetiva para controlar a pressão sem usar remédios. Às vezes perda de peso de apenas 5 Kg abaixam a pressão em 5 mm de Hg. Parar de fumar - Além de reduzir a pressão, diminui muito o risco de infarto do miocárdio e de acidente vascular cerebral(derrame). Reduzir o Sal da Dieta - medida efetiva em alguns hipertensos. Exercícios Físicos Aeróbicos - Ajudam muito no controle da pressão. O efeito do exercício físico sobre a queda da pressão arterial é independente da perda de peso que ele pode proporcionar. Procurar realizar no mínimo 30 minutos de atividade aeróbia, pelo menos três vezes por semana. Álcool - Beber álcool : em quantidade moderada traz benefício , mas o consumo de mais de dois drinks diariamente provoca elevação da pressão. Outras Medidas: Aumentar o consumo de potássio ajuda no controle da pressão, isto pode ser feito através do aumento no consumo de frutas e verduras. Se o tratamento da pressão apenas com as medidas não medicamentosas não surtir efeito, juntam-se os medicamentos.